É o fim do Twitter? Conheça o “X” e veja as mudanças na rede social

Como uma marca consagrada a muito tempo no mercado morreu e abriu espaço para uma nova e como isso impacta o negócio.

O Twitter é uma rede social com quase duas décadas. Ao contrário de outras plataformas populares, como Facebook e Instagram, ele se destacava pela sua dinâmica focada em textos, informações objetivas e atualizações em tempo real.

Mas, uma transição de lideranças transformou considerável parte da experiência proporcionada ao usuário nesse canal digital. Apesar do grande impacto, este não é o fim do Twitter. Saiba detalhes sobre as mudanças e como lidar com elas:

Veja detalhes, a seguir!

O que aconteceu com o Twitter?

O Twitter, fundado em março de 2006 por Jack Dorsey, Biz Stone e Evan Williams, rapidamente se tornou uma das plataformas de mídia social mais influentes do mundo. 

O seu conceito simples de compartilhar pensamentos e informações em até 140 caracteres revolucionou como as pessoas se comunicavam online. 

A plataforma logo ganhou popularidade por suas atualizações em tempo real. Essa característica possibilitava que os usuários acompanhassem notícias, celebridades e tópicos de interesse imediato.

Ao longo dos anos, o Twitter passou por várias mudanças e atualizações para melhorar a experiência do usuário, incluindo a expansão do limite de caracteres de 140 para 280, em 2017.

Além disso, houve a introdução de recursos como Moments e Twitter Blue (um serviço de assinatura) e esforços contínuos para combater o discurso de ódio e a desinformação.

Em outubro de 2022, Elon Musk, o bilionário e também CEO de empresas como Tesla e SpaceX, comprou o Twitter em uma aquisição histórica. 

Depois de uma conturbada negociação, Musk assumiu e introduziu mudanças. Uma das mais marcantes foi a substituição do icônico símbolo do Twitter, um pássaro azul, pela letra “X”. 

A alteração simboliza a visão do bilionário de transformar o Twitter em um aplicativo multifuncional que reúne várias ferramentas de comunicação, incluindo áudio, vídeo, mensagens e pagamentos. A transição alinha o Twitter com outras empresas de Musk, como a SpaceX e a xAI.

Sob a nova liderança, a plataforma tem passado por uma série de transformações significativas. O futuro do Twitter agora está sob a influência do bilionário, e as mudanças que ele trouxe à plataforma continuam impactando a maneira como as pessoas utilizam a rede social.

Quais são as principais mudanças do Twitter para X?

Abaixo, selecionamos as alterações mais significativas realizadas logo após a “troca de cadeiras”:

AspectoTwitter antes da vendaTwitter “X”, após a venda
Ícone/símboloPássaro azul Letra “X”
Limite de caracteresAté 280 caracteres por tweetAté 25.000 caracteres por tweet (no Twitter Blue)
Edição de tweetsNão permitidaEdição permitida até 30 minutos após a publicação (no Twitter Blue)
Limite de uso diárioNão existiaLimites de leitura diários
Verificação de contasDisponível apenas para figuras públicas e celebridadesDisponível para qualquer usuário que assine o Twitter Blue
Selos de verificaçãoSelo azul para credibilidadeSelo dourado para empresas e selo cinza para órgãos governamentais, além do selo azul
Feed “para você”Existia, mas era menos relevanteFeed destacado, incluindo recomendações de contas que o usuário não segue
Métricas Métricas básicas como curtidas, retuítes e seguidoresMétricas expandidas, incluindo visualizações e salvamentos de tuítes
Sistema de checagem fatosEstava em desenvolvimentoIntrodução do sistema em que usuários podem decidir sobre avisos em tuítes controversos
DMs (mensagens diretas)Limite de grupos com até 50 participantes e mensagens não seguidas na caixa principalLimite de grupos aumentado para 100 participantes e mensagens não seguidas exibidas na caixa “Solicitações de Mensagem”
TweetdeckAcessível a todos os usuáriosExclusivo para usuários verificados ou assinantes do Twitter Blue

Essas são algumas das mudanças significativas que ocorreram com a transição do Twitter para “X” sob a liderança de Elon Musk. Cada uma delas impactou como os usuários interagem e utilizam a plataforma de mídia social.

Como criar estratégias de marketing alinhadas ao “novo” Twitter?

Se você usa ou deseja usar a rede social na comunicação digital da sua marca, veja como utilizar as mudanças a seu favor:

Aproveite o espaço de caracteres expandido

Antes, o Twitter limitava os tweets a 280 caracteres, como visto. A característica exigia objetividade e criatividade para transmitir mensagens impactantes.

Com o novo limite de até 25.000 caracteres por tweet, no Twitter Blue, os profissionais de marketing têm uma oportunidade significativa de contar histórias mais detalhadas e envolventes. Então, é possível criar conteúdos mais informativos e persuasivos.

Dicas

  • Desenvolva conteúdo mais longo e envolvente: escreva tweets mais elaborados que explorem os benefícios de seus produtos ou serviços, compartilhando histórias de sucesso, depoimentos de clientes e detalhes sobre seus produtos. 
  • Crie threads informativas: utilize os novos limites para criar “fios” detalhados que desdobram tópicos complexos ou forneçam instruções passo a passo. Isso pode atrair a atenção do público e incentivá-los a explorar seu conteúdo com mais profundidade.
  • Seja assertivo nas CTAs (chamadas para ação): com o espaço maior, você pode incluir CTAs mais específicas e direcionadas para incentivar os usuários a tomar as medidas desejadas, como fazer uma compra, preencher um formulário ou participar de uma pesquisa.

Aprenda com as métricas expandidas

O Twitter oferecia métricas básicas, como curtidas, retuítes e seguidores, para avaliar o desempenho das postagens. Sob a liderança de Musk, houve a adição de métricas expandidas e, assim, os profissionais de marketing têm acesso a dados mais detalhados sobre o engajamento do público.

Dicas

  • Analise a audiência com mais profundidade: utilize os dados para entender melhor o comportamento do seu público. Identifique quais tipos de conteúdo geram mais visualizações, salvamentos e interações. Tal análise ajudará você a refinar sua estratégia de conteúdo.
  • Adapte-se em tempo real: monitore as métricas regularmente e esteja preparado para ajustar as ações com base no desempenho. Se um tipo de material está recebendo mais visualizações, concentre-se em replicar esse sucesso.
  • Personalize sua abordagem: compreenda melhor quem está salvando seus tuítes e por quê. Utilize as informações para criar conteúdo personalizado e relevante para segmentos específicos de seu público.

Use a mudança de ícone e posicionamento a favor do negócio

O ícone do pássaro azul era um símbolo amplamente reconhecido do Twitter, associado à comunicação em tempo real. A controversa adoção da letra “X” alinhou a rede social à visão de Elon Musk de uma plataforma multifuncional.

Dicas

  • Destaque a transição em sua estratégia: a alteração visual é significativa e pode ser usada em campanhas de marketing. Destaque como essa transformação também representa uma nova era da sua marca no Twitter.
  • Enfatize a multifuncionalidade: com a visão de Musk de tornar o Twitter uma plataforma abrangente, mostre como sua empresa pode aproveitar a multifuncionalidade nesse novo ecossistema.

Ainda que existam muitas mudanças, este não é o fim do Twitter. As alterações oferecem oportunidades para os profissionais de marketing criarem conteúdo mais envolvente, analisarem dados mais detalhados e alinharem as suas estratégias com a visão de Elon Musk. 

Ao entender e aproveitar a transformação, você pode posicionar sua marca de forma mais eficaz e atrair a atenção de um público engajado em uma plataforma em constante evolução.

Quer saber mais sobre redes sociais? Então, entenda agora como usar técnicas de SEO para melhorar a busca social

Facebook
Twitter
LinkedIn

Sobre o Autor

Deixe um comentário