Tipos de Site: quais são eles e como escolher o mais indicado para o seu projeto

Hoje no mercado exitem inumeros tipos de site e cada um tem um valor diferente de acordo com a estratégia do negócio ou ação. Confira mais sobre.

Você já entende a necessidade de ter um espaço digital, mas acaba se perdendo entre os diferentes tipos de site?

Se este é o seu caso, pode ficar tranquilo! Por aqui, vamos mostrar a você quais são os principais modelos de website e qual a função de cada um deles.

Dessa forma, esperamos que consiga identificar o melhor tipo de site para a sua demanda. Veja, a seguir.

7 Principais Tipos de Site

Ter um site não é mais privilégio de grandes negócios ou apenas para empresas que atuam na internet.

Se um empreendimento não está online – ainda que opere apenas no offline – as suas chances de ser localizado e de fazer novas vendas se reduzem bastante.

Por isso, ter um endereço digital que transpasse profissionalismo e uma boa imagem da empresa é indispensável.

Está na dúvida sobre qual é o melhor tipo de site para o seu negócio ou projeto? Então, veja esta lista com os 7 principais formatos:

1 – Site Institucional

Organizações de diversos segmentos e tamanhos podem se beneficiar com o site institucional. Basicamente, ele é um escritório online, onde devem constar as principais informações sobre a empresa.

O seu tamanho e a quantidade de páginas vão variar segundo as demandas do negócio. Mas, em termos gerais, podemos dizer que ele terá algumas dessas páginas (ou todas elas):

  • Home Page – a página inicial em que estarão as principais informações organizacionais;
  • Serviços e/ou Produtos – detalhes sobre o que a empresa comercializa;
  • Sobre – informações a respeito da organização, como fundadores, história e outros;
  • Contato – meios de comunicação, como telefones, e-mails e redes sociais, por exemplo.

Casos de sucesso e uma área para blog também podem ser relevantes neste formato.

Indicação: empresas e organizações de todos os portes e segmentos, além de infoprodutores, profissionais autônomos e liberais
Função principal: prestar informações e oferecer meios de contato
Exemplo de site institucional: Contabilidade Lenz

2 – Loja Virtual / E-commerce

De acordo com levantamento realizado pelo PayPal, cerca de 800 lojas virtuais são criadas, por dia, no Brasil.E esta corrida pelo e-commerce não é à toa.

O mercado digital já estava crescendo, mas, especialmente após a pandemia do covid-19, as vendas online tiveram resultados ainda mais expressivos.

A loja virtual é, então, um espaço na internet em que a empresa comercializa produtos e serviços.

Além de informações básicas sobre o negócio, ela precisa ter catálogo e meios de pagamento para as transações online.

Indicação: empresas que desejam vender online produtos e serviços 

Função principal: venda online

Exemplo de loja virtual: Imaginarium

3 – Blog

Os blogs passaram de “diários virtuais” a ferramentas incríveis nas estratégias de marketing digital das empresas.

Eles são um local online onde é possível comunicar temas importantes para os clientes de uma marca.

Assim, o blog contribui ativamente para o SEO e Inbound Marketing de um negócio. Isto é, os seus conteúdos otimizados facilitam a chegada de novos visitantes e podem levá-los à conversão em vendas.

Os blogs podem ser anexados a outros tipos de site – como institucionais e e-commerce – ou ser o local central para onde os usuários se dirigem.

Indicação: empresas e organizações de todos os portes e segmentos, além de infoprodutores, profissionais autônomos e liberais

Função principal: informar e gerar novos acessos

Exemplo de site com blog: Centro de Saúde e Educação Repensar

4 – Landing Page

Um modelo de website bastante utilizado pelas empresas é a landing page. Ela é uma página única que tem como meta central a conversão do visitante em lead.

Em outras palavras, uma landing page é construída para que as pessoas deixem dados relevantes de contato.

Para isso, a página oferece algo valioso ao visitante – como um ebook, estudo ou acesso a um evento digital, por exemplo.

O usuário, então, deve fornecer suas informações em troca do acesso a essa oferta.

Indicação: empresas e organizações de todos os portes e segmentos, além de infoprodutores, profissionais autônomos e liberais.
Função principal: gerar leads
Exemplo de landing page: Slack

5 – Hotsite

O hotsite é construído para alguma campanha pontual e, por isso, tem prazo de validade determinado.

Podemos dizer que ele é um minisite, feito em página única para situações sazonais, em que será necessário realçar um novo produto ou serviço, por exemplo.

Assim, o hotsite é um espaço digital temporário para dar destaque a algum item ou informação relevante ao público.

Indicação: empresas e organizações de todos os portes e segmentos, além de infoprodutores, profissionais autônomos e liberais.
Função principal: dar destaque a campanhas pontuais
Exemplo de hotsite: Gambiconf

6 – Portais

Quando falamos em portais, logo lembramos de gigantes como UOL, MSN e Yahoo, não é verdade? A proposta deste tipo de site é reunir grande volume de informações sobre variados temas.

Para isso, é necessário ter uma estrutura digital robusta e uma alta frequência de produção e publicação de conteúdo.

Além dos portais de notícias, os portais corporativos também são bastante úteis. Criados para os stakeholders de determinada organização, eles fornecem grande quantidade de materiais.

Indicação: organizações que querem ter rendimentos com acessos e grandes empresas
Função principal: gerar acesso e oferecer informação
Exemplo de portal: GAZ – Gazeta do Sul

7 – Site one-page

Por fim, o 7º tipo de site que trouxemos para você é o one-page; como o nome sugere, ele é feito em apenas uma página.

Seu grande diferencial é que ele é altamente responsivo – isto é, se adapta com facilidade a todos os tamanhos de tela.

Além disso, ele é bastante conciso e objetivo, conseguindo condensar todas as principais informações de uma organização ou projeto em uma só página.

Indicação: empresas e organizações de todos os portes e segmentos, além de infoprodutores, profissionais autônomos e liberais.
Função principal: prestar informações, fornecer meios de contato e converter
Exemplo de portal: Leilão Joias Raras

Como escolher entre os tipos de site

Agora que você já conhece as principais características dos 7 sites mais conhecidos, fica a pergunta: qual deles é o melhor para o seu projeto?

Para isso, trouxemos outras questões que precisam ser levantadas:

  • Qual é o objetivo da criação do site?
  • Com que frequência ele será atualizado?
  • Qual é o volume de conteúdo que precisará ser divulgado?
  • Ele será um site temporário ou fixo?
  • Qual é o orçamento disponível para esta criação e manutenção?

Se o objetivo de uma empresa é vender pela internet, o e-commerce é a escolha ideal.

Já uma startup que precisa apenas de um espaço virtual para divulgar seu trabalho tem as suas demandas atendidas com um site one-page.

Por outro lado, uma empresa B2B que deseja atrair novos leads qualificados pode ter excelentes resultados com a criação de um blog.

Então, para cada tipo de projeto, existe um site que pode atendê-lo adequadamente.

Mas, você ainda está na dúvida e quer conversar com um profissional para escolher o formato do seu novo website?

Ou, ainda, você já está certo sobre o site que deseja e quer saber mais a fundo sobre como tirar a ideia do papel?

Então, venha para a Criação .cc. Formados por um time especializado em sites personalizados, estamos prontos para atender a sua demanda.

Converse com nossos especialistas e solicite, agora mesmo, um orçamento de criação de sites.

Facebook
Twitter
LinkedIn

Sobre o Autor

Deixe um comentário