Saiba como rastrear os cliques no seu site

Antes de mais nada queremos te dizer que importante você possuir uma conta no Google Analytics para que os seus dados e resultados possam ser mensuráveis. Só com essa ferramentas você já terá ótimos resultados e informações.

Porém para realmente identificar de onde vieram os cliques no seu site, recomendamos o uso do parâmetros UTM.

O que são parâmetros UTM?

São palavras ou pequenas frases propositalmente colocadas nas URLs do site. Tais palavras e frases devem ser colocadas com o intuito de gerar uma melhor identificação, principalmente da origem do clique. Com isso aplicado a URL do site, ao utilizar o Google Analytics, irá mostrar resultados específicos de acordo com o que à origem do clique em relação a URL montada especificamente para esse fim. Dessa forma você consegue identificar melhor os pontos de maior tráfego para o site.

Para ficar mais claro, vamos a um exemplo utilizando a URL do nosso site criacao.cc. Por padrão vamos ver no Analytics situações comuns como Google sendo um dos resultados de maior tráfego utilizando apenas a URL simples em nossa comunicação e divulgação. Porém isso é algo muito abrangente nos resultados e acaba se tornando uma informação mais descartável a origem de tráfego do site.

Agora se você criar URLs com parâmetros UTM para cada canal ao qual divulga o seu site, isso irá facilitar a identificação de origem do tráfego. Aqui no Criação .cc, colocamos nossa logo de forma singela no rodapé dos sites que entregamos – mediante autorização do cliente, é claro – e para isso criamos parâmetros UTM. Um exemplo seria https://criacao.cc/?utm_source=rodape&utm_medium=BVK-advogados&utm_campaign=clientes_criacao.cc

Observe que as palavras em negrito são os identificadores que colocamos para identificar melhor de onde veio o clique do usuário. E assim irá aparecer no Analytics:

utm bvk advogados

Para verificar isso no Google Analytics vá em Aquisição, depois Todo o Tráfego e por fim Origem/mídia.

Agora, como aplicar?

O parâmetro UTM é dividido em source, medium e campaign – principalmente – mas dependendo da sua necessidade também tem ainda term e content. Traduzindo literalmente seria fonte, média e campanha, seguido por termo e conteúdo.

Por padrão você irá colocar em source a fonte de origem do clique, como no nosso exemplo o clique vinha do rodapé colocamos rodapé como UTM source. Em medium, um complemento a fonte, sendo neste caso o nome do cliente. Por fim, em campaign colocamos um identificador de campanha como clientes criacao.cc.

No caso de term e content, poderíamos ter utilizado algum fator de data, por exemplo. O que tornaria a URL ainda mais específica.

https://[URL DO SITE]/?utm_source=[FONTE/ORIGEM DO CLIQUE]&utm_medium=[IDENTIFICADOR]&utm_campaign=[CAMPANHA]

Para te ajudar nisso, você pode utilizar Campaign URL Builder, você só colocar as informações e ele automaticamente monta a URL para você.

Conclusão

Por fim, queremos te dizer que ao utilizar parâmetros UTM você consegue ter uma melhor compreensão da origem do tráfego do seu site, aliado ao Analtycs. Mas lembre-se que mesmo assim, alguém pode pegar o link com UTM do Facebook e passar pelo WhatsApp. Dessa forma não é algo que lhe dará sempre 100% dos resultados de forma fiel, sem erros. Entretanto irá melhorar a sua percepção de tráfego e também a compreender os canais mais importantes para sua estratégia.

Não se esqueça, testes também são importantes para validar as suas teorias. Então invista um tempo nisso e veja os resultados que isso pode te trazer. Afinal dados trazer direcionamento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Sobre o Autor

Iasmin Wallauer
Iasmin Wallauer
Publicitária de formação, entusiasta por gestão, marketing digital e gastronomia. Sempre com muita vontade de aprender e poder gerar trocas.

Deixe um comentário