O que incluir no meu site? Descubra 5+ páginas indispensáveis no endereço digital

A dúvida é sempre a mesma "O que incluir no meu site?" Por isso escrevemos esse conteúdo, clique e descubra 5+ páginas indispensáveis para ter no seu site.

O processo de criação de site vai além do desenvolvimento da sua estrutura; afinal, deve-se pensar em que conteúdo incluir em cada uma das suas páginas.

Essa é uma tarefa que precisa de bastante atenção e cuidado de todos os envolvidos no projeto digital. Com as orientações da equipe de desenvolvimento, será necessário elaborar um material bastante consistente e rico. 

A fim de ajudar você nesta jornada, preparamos este conteúdo com as principais informações que devem ser inseridas no site. Então, fique por aqui e saiba o que incluir nas páginas online.

O que não pode faltar? Saiba o que incluir em cada uma das principais páginas de um site

Pare e pense com a gente por alguns segundos: você já imaginou um site sem textos, imagens e vídeos? O que vem à nossa mente, neste caso, são apenas telas vazias, não é verdade?

Sem sombra de dúvidas, o trabalho estrutural e tecnológico de desenvolvimento do website é fundamental para o seu funcionamento. Esta base dá o suporte necessário para que tudo o mais funcione nas páginas online.

Entretanto, da mesma maneira que uma casa não é composta “somente” pelas colunas, paredes, tetos, portas e janelas, um website não é usual sem o seu conteúdo.

Por isso, é muito importante pensar cuidadosamente em cada uma das páginas e o que vai preenchê-las

Cada tipo de site tem suas diferentes características. Um e-commerce precisa de um catálogo de produtos e de um intermediário de pagamento, enquanto um blog não exige estes recursos.

Dessa forma, é necessário entender quais são as demandas do projeto e o que, então, será imprescindível para o seu bom funcionamento.

No geral, um site precisa incluir estes tipos de páginas e conteúdo:

  1. Produtos e/ou Serviços;
  2. Informações básicas sobre a empresa;
  3. Informações de contato;
  4. Política de Privacidade ;
  5. Blog;
  6. Home Page – Página Inicial.

Confira, abaixo, detalhes sobre cada uma destas demandas:

Produtos e/ou Serviços

Esta seção é um dos elementos centrais na diferenciação entre lojas virtuais e outros formatos de sites. 

No e-commerce, é preciso criar uma robusta estrutura para acomodar as informações sobre os itens à venda – como fotos, textos, vídeos e outros. As páginas de transação também têm conteúdos específicos que precisam ser desenvolvidos.

Além disso, “área do cliente” e instruções para reembolso, troca ou devolução, por exemplo, têm que ser criadas para as lojas virtuais.

Em sites onde não há operação de venda, a página de produtos e serviços pode conter menos informações. Nem por isso, entretanto, ela deverá ser menos completa, está bem?

Então, a seção da oferta da empresa deve ser bastante clara, atrativa e convincente a fim de fazer com que o visitante tenha interesse em comprar o item ofertado.

Informações básicas sobre a empresa

Neste ponto, podemos separar as informações em duas:

  1. “Quem Somos”; e
  2. Dados organizacionais.

A página “Quem Somos”, “Sobre nós”, “Nossa história”, entre outras denominações, é a área em que a empresa descreve a si mesma, contando a sua trajetória, quem são os seus colaboradores e como ela chegou até este momento.

Já os dados organizacionais são, geralmente, incluídos no rodapé do website; CNPJ, endereço e horário de atendimento são exemplos de informações que podem constar nesta seção.

Ambos os conteúdos são importantes para passar credibilidade e transparência ao visitante. Com eles, o usuário terá mais confiança na segurança do site.

Informações de contato

O próprio site pode se tornar um meio de contato da empresa, certo? Com a inserção de formulários, os visitantes podem enviar mensagens diretamente ao endereço digital.

Entretanto, nem sempre os usuários querem esperar pelo retorno desse tipo de contato – que é, no geral, mais demorado. Por isso, é fundamental informar todos os canais de atendimento possíveis.

Se a organização tiver um endereço físico de atendimento, é importante mencioná-lo. Um link para a localização no Google Maps também é bastante interessante para redirecionar o visitante ao serviço do Google.

Segundo a disponibilidade, informe:

  • Telefone da central de atendimento;
  • Telefone de WhatsApp;
  • E-mail;
  • Redes sociais;
  • Outros links úteis.

Lembre-se, ainda, de colocar o horário de atendimento para que o usuário entre em contato no momento adequado.

Política de Privacidade 

A página de política de privacidade já era uma prática comum de muitos sites. Mas, com a aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), ela torna-se ainda mais relevante.

A LGPD regula a maneira como as empresas coletam, armazenam e usam os dados dos seus usuários. Por isso, é necessário estar atento ao que diz a legislação e como adequar o site à ela.

Assim, a seção de política de privacidade precisa informar quais dados são coletados dos visitantes e como são guardados e armazenados.

Blog

O blog é uma área na qual vários conteúdos podem ser desenvolvidos e explorados pela empresa.

Os artigos, complementados com imagens, vídeos, infográficos e outros materiais, são uma maneira de informar, atrair, entreter e converter visitantes em clientes.

Ele pode ser a estratégia central de um site ou funcionar como um complemento aos demais componentes do endereço digital.

O mais importante é que ele esteja sempre atualizado e ofereça bons conteúdos ao seu leitor.

Home Page – Página Inicial

Agora, depois de conferir todas as demais páginas, é hora de falar sobre a mais aguardada entre elas: a home page!

Ela é, em muitos casos, o primeiro contato do visitante com o conteúdo do site. Portanto, esse é o momento para atrair e reter a atenção de quem está acessando a página.

Na home do website, você deve colocar um pouquinho sobre todas as principais informações sobre a marca, a oferta ou seja qual for a proposta deste espaço digital.

Geralmente, sites institucionais precisam colocar, de forma clara e objetiva, o produto/serviço que comercializa, “quem somos” e meios de contato.

Também é comum que organizações insiram avaliações e depoimentos de clientes, casos de sucesso, premiações e outras informações de destaque logo na página inicial.

Além disso, é necessário fazer introduções para outras páginas do website – estas que conferimos ao longo deste artigo.

Pense na home page como a sala de recepção de uma empresa onde o visitante entra, se informa sobre outros departamentos e, então, é redirecionado ao atendimento certo.

Então, a página inicial é a entrada do seu site e precisa ser caprichada, viu?

Tenha um site profissional completo com a Criação .cc

Em resumo, você deve incluir no seu site as principais informações que o visitante precisa saber sobre o seu negócio, oferta e/ou trabalho.

Para definir isso:

  • Converse com potenciais e atuais clientes para entender as principais dúvidas quando acessam um site;
  • Verifique as práticas da concorrência a fim de ter insights e referências de conteúdo;
  • Busque informações com a equipe que tem contato direto com o público da marca e descubra as perguntas mais comuns.

A nossa dica final para ter os conteúdos certos no seu site é: entre em contato com a Criação .cc.

Somos uma agência de desenvolvimento com ampla experiência na construção de websites profissionais. Então, podemos orientá-lo, de maneira particular, sobre o que você deve incluir no seu site.

Não perca mais tempo e entre em contato, agora mesmo, com um dos consultores da Criação .cc

Facebook
Twitter
LinkedIn

Sobre o Autor

Deixe um comentário